Bolsonaro diz que ‘3ª vaga no STF’ pode ser de Augusto Aras

0
94

Quer 1 cristão entre as duas vagas, que serão abertas em seu mandato, mas atual PGR também seria cotado, aras é encarregado por denúncias

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta 5ª feira (28.mai.2020) que pretende indicar 1 evangélico para uma das duas vagas que vão abrir no STF (Supremo Tribunal Federal) durante o seu mandato na Presidência.

Em entrevista à rádio Jovem Pan, Bolsonaro disse: “É 1 compromisso que eu tenho com a bancada evangélica. Uma pitada de religiosidade, de cristianismo, é muito bem-vinda”.

Bolsonaro, entretanto, esclareceu que Augusto Aras, atual procurador-geral da República, não deve ser apontado para uma dessas duas vagas. Mas, segundo ele, “se aparecer uma 3ª vaga”, Aras entra “fortemente” no páreo para uma possível indicação.

Segundo o presidente, é necessário 1 ministro evangélico na Suprema Corte para que, mesmo que ele seja voto vencido nas decisões, mostre “aos demais ministros que existem 90% de cristãos no Brasil”.

O presidente transmitiu a conversa como parte de sua tradicional live semanal.

Augusto Aras foi indicado pelo presidente para substituir Raquel Dodge na chefia do Ministério Público Federal, em outubro do ano passado. Ele será o responsável por decidir se apresenta ou não denúncia contra Bolsonaro assim que forem concluídas as investigações do inquérito do STF que apura se o presidente exerceu interferência indevida na Polícia Federal.

Assista ao trecho da live em que Bolsonaro sinaliza uma eventual indicação de Aras (4min12seg):

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui