Receita descobre sonegação milionária de Luciano Hang, o véio da Havan

0
176

O órgão cobra da Havan, rede do empresário bolsonarista, R$ 2,5 milhões em impostos

O empresário Luciano Hang, donos das lojas Havan, virou alvo de uma nova investigação nesta sexta-feira (12). Após a Polícia Federal e o Supremo Tribunal Federal ficarem na cola do bolsonarista, agora foi a vez da Receita Federal avançar sobre ele.

Segundo informações de Vinícius Valfré, do Estado de S.Paulo, a Receita descobriu em 2013 uma sonegação de mais de um milhão de reais por parte da empresa. Com valores corrigidos, o órgão pede R$ 2.486.973,20 da Havan. O Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf) negou recentemente recursos apresentados pela empresa.

Relatórios enviados para a Folha apontam que Hang deixou de pagar “contribuição previdenciária patronal”, “contribuição destinada a terceiros” (SESC, SENAC, SEBRAE, INCRA e FNDE), “incidentes sobre a rubrica de folha de pagamento aviso prévio indenizado” dos funcionários e até impostos sobre patrocínios.

Em 2003, o empresário também foi condenado por crime de sonegação, mas acabou parcelando a dívida em 115 anos. A Fórum, inclusive virou alvo do empresário em razão de uma reportagem que apontava que, mesmo com a dívida milionária, Hang comprou um jatinho.

Hang é investigado no inquérito das Fake News conduzido pelo Supremo Tribunal Federal. Ele seria um dos cinco empresários que financiariam esquema de difusão de informações falsas e ataques virtuais promovido pelo Gabinete do Ódio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui