Grupo ligado a Luciano Bivar articula suspensão de Eduardo Bolsonaro do PSL

OUÇA A MATÉRIA

“Nós agora temos uma missão: salvar o Brasil dos filhos do presidente. Eles vão afundar o governo do pai deles e o país junto”, declarou Júnior Bozzella, deputado próximo ao comandante do partido

O próximo capítulo da “guerra” interna no PSL pode ser mais um duro golpe em Jair Bolsonaro na queda de braço com ex-aliados. Um grupo de deputados ligados a Luciano Bivar, presidente do partido, apresentará neste domingo (20) uma requisição solicitando a suspensão de Eduardo Bolsonaro (PSL-SP).

Além disso, a ideia é que o filho do presidente seja levado ao comitê de ética da agremiação, de acordo com informações da coluna de Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo.

Na avaliação do deputado Júnior Bozzella (PSL-SP), um dos mais próximos de Bivar, a direção executiva do PSL acatará a sugestão.

“Nós agora temos uma missão: salvar o Brasil dos filhos do presidente. Eles vão afundar o governo do pai deles e o país junto”, declarou Bozzella.

“Passou dos limites”

De acordo com o deputado, Eduardo “passou de todos os limites”, em uma referência à tentativa de derrubar Delegado Waldir (PSL-GO) da liderança do partido na Câmara, além de atacar a própria sigla e seus dirigentes em redes sociais.

“O país está parado há três semanas por causa dos problemas que eles criam. Eduardo quer ser tudo. E não consegue ser nada. É quase embaixador, quase líder, está dando palpite na liderança do partido enquanto o assessor dele está com problema de rachadinhas de salários de funcionários”, disparou Bozzella.

FONTE: Revista Forum

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: