Indicado por reverenda exonerada, presidente da Fundação Palmares causa saia justa a Regina Duarte

OUÇA A MATÉRIA

A atriz foi sucinta sobre o retorno de Sérgio Camargo e se omitiu sobre uma possível exoneração. “Decisão judicial cumpre-se”, afirmou

Questionada sobre o retorno de Sérgio Camargo na presidência da Fundação Palmares, após decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ), a assessoria da atriz Regina Duarte foi sucinta e se omitiu sobre uma possível exoneração de Camargo. “Decisão judicial cumpre-se”, afirmou.

Polêmico por reproduzir opiniões racistas, Camargo chegou a ser indicado pela reverenda Jane Silva para assumir como assessor da Secretaria de Cultura. O pedido de nomeação, que foi feito ao chefe de gabinete do Ministério do Turismo, aconteceu um dia antes de Jane ser exonerada por Regina Duarte.‌‌‌

Jane celebrou o possível retorno do amigo. “Ele é muito querido e muito amado. Lutei muito para que ele permanecesse na Cultura. Hoje é dia de celebração”, afirmou. “Se tem uma coisa que valeu em Brasília foi ter conhecido o Sérgio”, continuou.

Ao jornal O Globo, Camargo afirmou que Regina teria se solidarizado com seu veto, a partir de uma decisão da Justiça.‌

“Fui apresentado a ela. Ela me recebeu muito bem, me casou uma excelente impressão. Ela me deu um forte abraço. Ela se solidarizou comigo e eu com ela, em relação aos ataques que nós sofremos”, afirmou.

Adicionar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *