Academias sem ar-condicionado voltam a funcionar nesta terça (14) em Natal

0
116

Estabelecimentos estavam fechadas para os alunos desde março em virtude da pandemia causada pelo novo coronavírus

A Prefeitura de Natal autorizou que as academias sem ar-condicionado e com ventilação natural voltem a funcionar a partir desta terça-feira (14). As unidades estavam fechadas para os alunos desde março em virtude da pandemia causada pelo novo coronavírus.

A reabertura das academias que se enquadram nos critérios compõe o plano de retomada econômica apresentado pelo setor produtivo. Até o fechamento desta matéria, não foi publicado um decreto do Executivo Municipal direcionado ao tema.

O retorno às atividades físicas dentro das academias, que integram a Fração 1 da Fase 2, devem seguir as recomendações: ficam liberadas as academias em horários específicos; ficou determinado que os estabelecimentos devem limitar a quantidade de clientes que entram na academia, respeitando a regra da ocupação de um cliente a cada 6,25 metros quadrados e manter as portas internas abertas em tempo integral.

Também foi determinado que os estabelecimentos posicionem kits de limpeza em pontos estratégicos das áreas com equipamentos, com produto específico de higienização para que os clientes possam usar nos equipamentos de treino, como colchonetes, halteres e máquinas no mesmo local. 

Durante o horário de funcionamento da academia, ela deve fechar cada área de 2 a 3 vezes ao dia por, pelo menos 30 minutos, para limpeza geral e desinfecção dos ambientes. O uso de máscaras para funcionários, personal trainers e terceiros é indispensável e a entrada nas unidades só serão permitidas com esse equipamento de proteção individual à Covid-19.

Os treinos de crossfit também está com o retorno autorizado, desde que respeitem a demarcação dos espaços destinados aos alunos. Tal medida não impacta na eficácia da modalidade, visto que ela é, geralmente, praticada individualmente.

Cuidados de higienize na academia

Em entrevista, a infectologista Rosana Richtmann falou sobre os cuidados que as pessoas devem ter ao voltarem a frequentar academias, com a reabertura desses locais.

Segundo ela, o risco de se contaminar pelo novo coronavírus ao praticar atividade física sozinho no parque é muito menor do que na academia. Isso porque é um ambiente aberto e estudos mostram que o maior risco de transmissibilidade da doença está em locais pequenos, fechados e mal ventilados. 

Rosana reconhece que usar a máscara na prática de esportes é desconfortável, mas afirmou que é absolutamente necessário para que consigamos retomar a atividade com segurança.

“Ao fazer atividade física, a nossa respiração fica mais intensa. Vamos supor que estou contaminada. Ao me exercitar, as partículas contaminadas saem com mais frequência e com distâncias maiores. Eu preciso usar a máscara para proteger os outros e me proteger”, disse. 

Já as atividades conjuntas serão proibidas, e bebedouros e espaços para esportes coletivos continuam interditados. Na avaliação da infectologista, essas medidas estão corretas. Ela recomendou, inclusive, que a pessoa leve a sua própria garrafa de água para a academia.

“Agora, se for comprar algo, independentemente da Covid-19, é sempre saudável limpar o produto. Se for uma latinha, higienize o local que vai colocar a boca. Depois de tomar a bebida, higienize as mãos”. 

E não se esqueça: ao acabar de praticar a atividade física, troque a máscara e limpe as mãos antes de tocar no rosto. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui