Assembleia Legislativa vai tentar votar reforma pela 4ª vez

0
159

Análise da proposta de emenda constitucional necessita da presença de 15 parlamentares

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte vai tentar iniciar nesta quarta-feira (22) a votação da Reforma da Previdência Estadual. Será a quarta tentativa de votação. Nesta terça (21), a proposta entrou novamente na pauta de votação, mas não chegou a ser analisada por falta de quórum.

Só 12 deputados estaduais registraram presença. A análise da proposta de emenda constitucional necessita da presença de 15 parlamentares.

A sessão desta quarta-feira ainda será pelo sistema remoto de deliberação, no qual os deputados discutem e votam por videoconferência. O prazo para que o Estado aprove a reforma está perto do fim. Uma portaria do Ministério da Economia estabelece que estados e municípios devem atualizar suas regras de aposentadoria e pensão até o dia 31 de julho, sob pena de perderem repasses de verbas federais, entre outras penalidades.

O governo defende a votação do texto até a data-limite, mas os deputados da base não compareceram às três últimas sessões plenárias porque não há votos suficientes para aprovar o texto. É necessário que 15 deputados votem favoravelmente, em dois turnos, para que a reforma seja promulgada.

Parlamentares de oposição protestam contra a votação remota e defendem que o texto só seja apreciado quando a Assembleia Legislativa retomar as sessões presenciais no plenário Clóvis Motta, o que está previsto para acontecer apenas em agosto – ou seja, depois do prazo final estipulado pelo Ministério da Economia.

A proposta de Reforma da Previdência enviada pelo Governo do Estado aumenta a contribuição dos servidores para o regime previdenciário estadual e traz novas regras de aposentadoria e pensão, como aumento da idade mínima e mudanças nas regras de cálculo. Para os servidores que já estão no serviço público, estão previstas duas regras de transição.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui