Biden prevê “intervenção militar” se Trump não aceitar derrota eleitoral

0
208

Candidato do Partido Democrata paras as eleições de novembro também disse temer que seu adversário, candidato à reeleição, esteja preparando “um possível roubo” no pleito

Em entrevista ao programa televisivo Daily Show, nesta quarta-feira (10), o candidato presidencial do Partido Democrata, Joe Biden, confessou alguns dos seus temores nesta campanha eleitoral presidencial.

Quando o apresentador Travor Noah perguntou a Biden como ele acha que Trump reagiria a uma possível derrota, o candidato afirmou não estar seguro se o presidente a aceitaria, e disse que só não tem medo dessa possível recusa de Trump em assimilar o resultado porque, segundo ele, “se isso acontecer, os militares irão intervir para que a democracia seja respeitada”.

No entanto, ele também acredita que Trump pode estar preparando “um possível roubo” eleitoral, para se manter no poder. “Ele já está jogando sujo desde o ano passado, já mostrou que é capaz de fazer isso de novo”, comentou o candidato, em referência ao caso que envolveu o governo da Ucrânia, que foi obrigado por Trump a espionar as atividades empresariais do filho de Biden naquele país, em 2019, e que quase significou o impeachment do atual mandatário.

Por sua parte, o jornalista Tim Murtaugh, diretor de comunicações da campanha de Trump, disse sobre os comentários de Biden “são pura teoria da conspiração, sem cérebro, tentando minar a confiança em nosso processo eleitoral. O presidente Trump já deixou claro que aceitará os resultados das eleições de 2020”.

As eleições presidenciais dos Estados Unidos estão marcadas para acontecer no dia 3 de novembro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui