Saiba quem é a bolsonarista com taco de beisebol protegida por PMs

0
277

Cris Rocha coleciona publicações nas redes sociais contra o STF e que minimizam a pandemia do coronavírus. Em uma das postagens, ela ironiza a morte de George Floyd

A bolsonarista com máscara dos Estados Unidos e taco de baisebol que protagonizou um bate-boca com manifestantes antifascistas em ato na Avenida Paulista, neste domingo (31), disse nas redes sociais que foi escoltada por policiais militares para “não morrer” na manifestação.

Contudo, imagens mostram que Cris Rocha foi escoltada com tranquilidade pela PM para fora do ato. A atitude dos agentes chegou a ser criticada nas redes sociais, inclusive por lideranças da oposição. Enquanto a PM usou bombas contra os antifascistas, protegeu os bolsonaristas.

A provocação de Cris Rocha no ato contra o governo foi o que culminou na confusão entre os policiais e manifestantes. Assim que a bolsonarista foi escoltada para fora do ato, agentes passaram a jogar bombas de gás lacrimogêneo contra os participantes, assim como balas de borracha.

Nas redes, Cris publicou diversos vídeos do ato, nos quais narra a sua “quase morte” ao confrontar os manifestantes antifascistas. “Quando junta black block e antifascista dá nessa merda aí”, diz ela em um dos vídeos.

Em seu perfil no Facebook, Cris já compartilhou diversas publicações contra o Supremo Tribunal Federal (STF), chamando-o de “gabinete do crime” e “vergonha nacional”. Por suas participações em outros atos pró-Bolsonaro, Cris também possui fotos com deputados bolsonaristas, como Carla Zambelli (PSL-SP).

Em outras publicações, a bolsonarista também minimiza a pandemia do coronavírus e diz que UTIs de hospitais estariam “vazias” por falta de pacientes. “Hospitais São Lucas, Vitória e Marcílio Dias fecham UTI para Covid por falta de pacientes. Covid-19 se despedindo”, diz uma publicação compartilhada por ela.

No Facebook da bolsonarista, também há uma ilustração que ironiza a morte de George Floyd nos Estados Unidos. Na imagem, enquanto Floyd é asfixiado pelo policial e diz que não consegue respirar, o agente responde com frases já ditas pelo presidente Jair Bolsonaro: “E daí? É só uma gripezinha”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui