Fátima volta a defender isolamento social: “sem vida não há economia”

0
176

Coletiva de imprensa da Sesap sobre a covid-19 teve participação da governadora Fátima Bezerra na tarde desta quarta-feira.

O Rio Grande do Norte teve 64 novas mortes por coronavírus (covid-19) nas últimas 24h e o número total de óbitos no Estado subiu para 814 óbitos no total. Os dados foram divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesap) durante coletiva de imprensa no início da tarde desta quarta-feira (24).

Os dados foram apresentados por Alessandra Luchessi, subcoordenadora de VigilâNcia Epidemiológica da Coordenação de Promoção à Saúde da Sesap. Ela também relatou que o RN possui ainda 21.844 casos confirmados e 32.240 descartados para o novo coronavírus. Há também 99 óbitos em investigação (3 ocorreram nas últimas 24h).

A coletiva de imprensa também teve participação da governadora Fátima Bezerra (PT), que reforçou a necessidade de isolamento social: “a vacina mais eficaz que nós temos até agora, e isso está comprovado no mundo inteiro, é o isolamento social e as medidas de distanciamento social. Por mais difícil que isso seja”, destacou. Ela disse também que a retomada gradual das atividades econômicas será com base na ciência e está vinculada ao andamento da pandemia. “Nossa perspectiva é positiva, pois o pico chegou, o que aponta para uma queda na transmissibilidade”, disse.

Questionada sobre a pressão dos empresários para a retomada da economia, respondeu destacando a necessidade de preservação das vidas. “Eu entendo a pressão, também temos que olhar para a questão dos empregos e isso nos preocupa muito. Mas, eu tenho que ter responsabilidade, enquanto governadora, de não deixar que seja estabelecida essa dicotomia entre a Economia e a vida. Sem vida, também não vai existir Economia”, destacou Fátima Bezerra.

Questionada sobre a baixa oferta de leitos do Estado, a governadora destacou que o governo tem se empenhado para abrir novas vagas e responsabilizou as gestões anteriores pela falta de leitos.

“A gente tem primeiro que destacar que pegamos o SUS numa situação de colapso e nós abrimos muitas vagas de UTIs. Optamos por fortalecer os leitos da própria Sesap e nesse contexto nos conseguimos através de uma força tarefa, em parceria até com os demais poderes, instalar 390 leitos, entre críticos e clínicos e continuamos incansavelmente trabalhando para expandir mais”, disse Fátima Bezerra.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui