Homem que matou cachorro é preso em Natal, ele pode ser o 1° enquadrado na nova lei de maus-tratos

0
427

Guardas municipais de Natal prenderam neste domingo 8 o homem que matou um cachorro a facadas no bairro Planalto, na Zona Oeste da capital potiguar. Segundo a Delegacia Especializada em Proteção ao Meio Ambiente (DEPREMA), o suspeito foi encontrado no bairro Neópolis, na Zona Sul, e foi conduzido para a Central de Flagrantes da Polícia Civil.

O crime aconteceu pela manhã, quando o homem atacou o cachorro. O animal estava na rua, e foi esfaqueado e apedrejado pelo agressor. O cão morava na rua, não tinha dono e era alimentado por moradores. O crime foi registrado por uma câmera de segurança de um dos imóveis da rua.

O homem preso pode ser a primeira pessoa no RN a ser enquadrada pela nova lei de maus-tratos a cães e gatos, que aumentou a pena para até 5 anos de reclusão.

A Lei Sansão foi sancionada no dia 29 de setembro pelo presidente Jair Bolsonaro, o texto alterou a lei de crimes ambientais, que prevê pena de três meses a um ano de detenção e multa para crimes contra todos os animais.

O novo dispositivo prevê prisão de dois a cinco anos de detenção, multa e proibição de guarda para quem maltratar, ferir, abusar ou mutilar cães e gatos, especificamente. A legislação foi apelidada de lei Sansão, em homenagem ao cão pitbull que teve as patas traseiras decepadas.

Uma câmera de segurança registrou o crime:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui