Média móvel mostra redução da mortalidade por Covid-19 no RN

0
129

Rio Grande do Norte inicia semana com média diária de 22,71 mortes causadas pelo infecção pelo coronavírus; dados apontam a para redução no número de internações em leitos críticos em todo o Estado

A média móvel de mortes por Covid-19 no Rio Grande do Norte apresenta queda ao longo dos últimos quinze dias. A variação da média caiu de 38,43 mortes para os 22,71 registros de óbitos contabilizados até esta segunda-feira (13). Segundo dados da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap), um total de 1.404 potiguares já morreram em decorrência da infecção pelo novo coronavírus.

O cálculo da média móvel permite acompanhar de forma mais precisa a evolução da doença. Isso proporciona que seja feita a diluição dos casos nos fins de semana, que, na maioria das vezes, apresentam queda nas notificações, pois há redução no ritmo de verificação feito pelos órgãos oficiais.

Além disso, o modelo estatístico abstrai distorções ao longo do levantamento, como nos dias em que há um aumento expressivo de mortes contabilizadas – somando as que ocorreram naquele dia e também casos ocorridos dias antes mas que só foram identificadas posteriormente.

A média móvel leva em considera a soma dos registros ao longo de um período e, com isso, é dividida por sete. No Rio Grande do Norte, segundo os dados do modelo, há uma variação de queda desde o último dia 02 de julho. Ante disso, no período mais crítico, as mortes subiram de 18, em 17 de maio, para os 41 registros óbitos de média alcançados no dia 29 de junho. O pior período foi entre os dias 02 e 04 de julho, quando a média superou a casa de 40 mortes diárias.

Após se estabelecer na primeiras semana de julho, as mortes começaram a cair em todo o Estado. Nos últimos cinco dias, a média ficou em 27,11. Nesta segunda-feira, por exemplo, a média foi de 22,71 óbitos.

Apesar da redução, o número ainda é muito alto. Os casos representam praticamente um potiguar morto por hora por Covid-19. Para se ter um ideia da representatividade disso, o Estado somou as primeiras 25 mortes pelo novo coronavírus somente 10 dias após o primeiro registro oficial, ocorrido em 28 de março.

Ocupação de leitos é de 81%

Segundo dados da Secretaria Estadual de Saúde, o Rio Grande do Norte está com 81% de ocupação dos leitos críticos para Covid-19. A taxa ainda acima meta prevista pelo Governo do Estado para a segunda fase da retomada da economia, que é de 80%. Entretanto, o número é menor que o registro da semana, quando a marca estava acima dos 90%.

Vale lembrar que o Estado espera dar prosseguimento à próxima fase da reabertura da economia para esta quarta-feira (15). Ainda segundo a Sesap, de 285 leitos críticos, 231 estão ocupados, 41 estão livres e 13 leitos estão bloqueados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui