Covid-19: RN tem pior taxa de ocupação hospitalar desde agosto

0
55

Com atual taxa de internação para leitos UTI, hospitais registram números semelhantes aos da primeira quinzena de agosto, quando o RN estava no período mais crítico

A rápida elevação nos casos de Covid-19 começa impactar a rede pública de hospitais do Rio Grande do Norte. A ocupação de leitos críticos para a doença passou dos 60% durante toda a quinta-feira 3, segundo a Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap). Ao todo, 118 pessoas estavam internadas em vagas de Unidades de Terapia Intensiva (UTI).

Com a atual taxa de internação, os hospitais potiguares voltam a registrar números semelhantes aos da primeira quinzena de agosto, quando o Rio Grande do Norte estava saindo do período mais crítico da doença. O dia 8 de agosto [com 61,7% de ocupação] foi a última vez que a média de internação passou dos 60%.

Dos 16 hospitais utilizados para atender casos de Covid-19 no Rio Grande do Norte, quatro estão com 100% dos leitos críticos ocupados. Uma das unidades sem vagas é o Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoró, que é responsável por receber os casos da região Oeste potiguar.

A situação do hospital mossoroense elevou a preocupação com todo o Oeste potiguar. Nesta quinta-feira, dados oficiais apontavam que 86% dos leitos críticos disponíveis da região estavam ocupados.

A Região Metropolitana de Natal está com 56,7% de ocupação de leitos críticos. A situação mais grave é a do Hospital Giselda Trigueiro, que é a unidade de saúde da capital especializada em doenças infectocontagiosas, que está hoje com 96% dos leitos de UTI ocupados. Já a região do Seridó está com 52% dos leitos críticos ocupados.

O Rio Grande do Norte registrou 174 novos casos de Covid-19 e sete mortes em decorrência da doença nesta quinta-feira 3. Com o número de casos confirmados, o Rio Grande do Norte tem 96.855 potiguares contaminados. Ao todo, 2.711 potiguares morreram em decorrência da doença.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui