Weintraub diz não querer novos sociólogos e filósofos formados com recurso público

0
238

O atual ministro da Educação, Abraham Weintraub, disse, em visita de apoio a manifestantes a favor do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que não quer “mais sociólogo, antropólogo e filósofo com o seu dinheiro”. A ação aconteceu neste domingo (14) na Esplanada dos Ministérios, em Brasília.

“Todas as universidades que a gente tem, não brota da terra o dinheiro, vem do imposto. Quando a gente for comprar pão, gasolina para a moto, telefone celular, vem imposto. E esse imposto é usado para pagar salário de professor, de técnico, bolsa, alimentação, tudo isso. Eu, como brasileiro, eu quero ter mais médico, mais enfermeiro, mais engenheiro, mais dentistas. Eu não quero mais sociológico, antropológico, não quero mais filósofo com o meu dinheiro”, comentou.

De acordo com o UOL, ele estava sem máscaras de proteção no momento em que visitou os manifestantes. “Com o meu dinheiro que eu pago imposto, eu quero mais médico, mais enfermeiro. Se o cara quer fazer filosofia, vai fazer com o dinheiro dele. Meu filho pode fazer filosofia? Lógico que pode. Papai, quero fazer filosofia. Filhão, você já tá trabalhando? Vai ganhar dinheiro e vai”, finalizou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui